Buck Angel
Murray Bartlett
Colby Keller
O coelho de 1998
Lufe Steffen
Anunciando o prêmio
Explicando o prêmio numa abertura
Kaka Di Polly
Claudia Wonder
Mostrar Mais

Desde 1998, o festivalmixbrasil tem um prêmio especial, o 'Troféu Ida Feldman'. Na primeira edição, eu mesma ganhei, pelo conjunto da minha obra que era levar pessoas ao Festival, incitar amigos a fazer vídeos, trazer público tanto pro site #MixBrasil como pro Festival, me auto-promover nesses dois canais e falar muito dos vídeos que eu fazia.

Eu sou uma das únicas pessoas vivas que tem um prêmio com o meu nome por 20 anos.

Nesse mesmo ano fiz um vídeo chamado "O Banheiro de Ida Feldman", onde mais de 32 pessoas faziam de tudo no meu banheiro. O filme também fez parte do prêmio ;)

Nos anos seguintes,
Andre Fischer e João Federici (e em alguns anos a Suzy Capó) se reuniam comigo a cada fim de Festival para ver quem tinha tido o mesmo entusiasmo que eu.

Muitas pessoas ganharam desde então: o bonitão
Eliad Cohen, da dupla Arisa, levou o prêmio pra Israel, o produtor do Criolo, Tino Monetti venceu na categoria, Luffe Steffen, diretor do filme São Paulo em Hi-Fi já foi homenageado, a mulher trans Claudia Wonder, a drag Tchaka, a ex-prostituta francesa Claudette Plumey,  Kaka Di Polli e Marco Urizzi entre outros levaram o Coelho pra casa. Em 2017 quem levou pra casa o #coelhodeprata foi a #todaboa Maria Clara Spinelli. Também, nos últimos anos, Colby Keller ganhou seu prêmio durante uma de suas viagens onde faz filmes pornôs por todo os Estados Unidos, o homem trans Buck Angel e o ator Murray Bartlett, o Tom da #serie gay Looking, da hbo.

Quem será que leva ele esse ano?

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now
Murray Bartlett

Go to link